14.08.06
Hoje ás oito e tal da manhã anunciava-se um dia lindo. Enquanto eu me levantava, aqui no Leblon, um rapaz de 19 anos, português aproveitava o sol com os pais, em Copacabana, frente ao Hotel Pestana. A mãe foi dar um mergulho, o pai levantou-se para caminhar e ele continuou deitado na areia. Morreu esfaqueado, porque se levantou ao sentir que lhe roubavam a mochila.

por Mónica Marques às 15:59

1 comentário:
De Juremar a 14.08.06 às 23:09
Antes que falem que em outras grandes cidades acontecem, igualmente, actos de violência, antes que se recordem de outras tragédias mundo afora, antes de se mudar de assunto, desejo associar-me ao pesar contido nesta nota da Mónica, e também ao pesar dos parentes deste rapazinho, pouco mais que um adolescente, que morreu estupidamente esfaqueado nas areias da "princesinha do mar". Que descanse em paz. E que o assassino encontre a justiça que merece. Há muito luto, sim.


Comentar post

Para Interromper o Amor
Transa Atlântica

Nas livrarias
O Inferno são os outros
Correio
folhassoltas@gmail.com
Chelsea Hotel
Freud explica
Technorati Profile
subscrever feeds