2.02.09

Uma hora e meia ao telefone com o João Bonifácio na semana passada deu origem a esta matéria publicada, na sexta, na Revista Ípsilon. Ter o privilégio de discutir o livro e de responder a perguntas de alguem verdadeiramente interessado é bestial. Nao há nada melhor do que ter leitores, mesmo que esses leitores sejam jornalistas (risos).  O João fez perguntas esquisitas, perguntas incisivas, perguntas chatas - na medida em que tive que me expôr mais do que o previsto - e perguntas rocambolescas. O resultado foi o texto a que ele chamou Neurose Tropical e que hei-de, por motivos óbvios esconder do dr. Zieger. Tenho tido sorte. Dois mil e nove há-de ser um bom ano. Também para ti Rita Silva Freire. 

 



por Mónica Marques às 13:58

Para Interromper o Amor
Transa Atlântica

Nas livrarias
O Inferno são os outros
Correio
folhassoltas@gmail.com
Chelsea Hotel
Freud explica
Technorati Profile
subscrever feeds