4.02.09

Tento postar via iphone o calor e a maresia acabaram com a minha net. Sinto-me um bocado anormal por nao conseguir esperar sem ansiedade- quando deixarei de ser uma miuda?- que o calor passe e a net volte e eu possa calmamente escrever sentada e se possivel com muita pose. Gosto de modernices, mas nao gosto de todas as modernices. Por exemplo nao Sei o que pensar do alemao que resolveu comecar a comprar os barracos todos ali no Vidigal e diz que vai mudar a favela e vem cheio de ideias sociais e de se substituir aos governos omissos e tal. Nao sei. Mas como Tenho muito tempo para pensar e nao Tenho nenhuma vontade de fazer os trabalhos de Casa do Zieger sao estas as coisas em que me ponho a pensar. E se me continuarem a dar tanta atencao comeco a cagar sentencas sobre assuntos deste calibre que ate se passam. Outra coisa que me tem deixado mal, O Pedro Mexia ter acabado com o blog. Aquele blog era a unica oportunidade de uma leitura gratificante para os love haters. Grupoide onde me incluo desde que passava as ferias de verao em Casa dos meus avos em sao joao do estoril e nao pude namorar um surfista que frequentava a Praia da poca e era amigo da teresa abracos so porque a seguir aos parodiantes de lisboa tinha que Ir dormir a sesta. Para terminar e respondendo a todos que atentos me escreveram a avisar que o cafe imperio reabriu, eu so tenho a dizer que sim senhora, ok, mas eu ca ja nao gosto dele. Ha dias que nao vejo Rubem.



por Mónica Marques às 20:02

Para Interromper o Amor
Transa Atlântica

Nas livrarias
O Inferno são os outros
Correio
folhassoltas@gmail.com
Chelsea Hotel
Freud explica
Technorati Profile
subscrever feeds