23.01.10

 O louco do Chavez disse que os americanos são os responsáveis pelo  terramoto no Haiti. O favelado do Liedson chegou a vias de facto com o beto do Ricardo Sá Pinto. A Rita Lee provocou num show fantástico, no Rio, que não votaria na Marina Silva para presidente porque, ela tem cara de quem está com fome. Na Dilma Rousseff também não porque, tem cara de professora de matemática e mete medo.

A Sandra Bullock e a Meryl Streep deram um beijo de nadinha e foram manchete. Aposto que a  gira da Sharon Stone, depois de alfinetar a Streep  usando a frase “she looks like an unmade bed”, deve estar a rir.  Cada uma tem os beijinhos que merece. Não venham dizer que as mulheres não têm piada, é preciso é saber encontrá-las. E isso dá trabalho.

Parece que as loiras são mais determinadas que as ruivas e as morenas.  A Pamela Anderson diz que adora ser a  típica loira burra, but she´s not my type. Já a  Blondie, a  Scarlett Johansson ou a Marilyn... Pois.  Vamos lá meninas, acabemos todas loiras, no escurinho do cinema ou no  You Tube, a olhar atazanadas para a Penélope Cruz, moreníssima, naquela cena do Nine, A Call From the Vatican. Vale tudo menos tirar olhos. Peçam-nos humor, mas nunca coerência.

 



por Mónica Marques às 12:54

Para Interromper o Amor
Transa Atlântica

Nas livrarias
O Inferno são os outros
Correio
folhassoltas@gmail.com
Chelsea Hotel
Freud explica
Technorati Profile
subscrever feeds