12.02.11

A semana acabou como começou, no cinema. Desta vez, em Ipanema e sem as 43 velhinhas do Leblon, por certo remetidas ao desassossego dos netos e ainda um bocadinho alvoroçadas com as cenas do Black Swan. Fui ver Somewhere, da Sofia Coppola. O tédio, o tédio, o tédio, filmado como ela sabe fazer tão bem: sem a indelicadeza das conversas necessárias. Olhei três vezes para o relógio, o som estava mau, a música do filme nada de especial (ao contrário de todos os filmes dela, deve ser de propósito, o tédio, o tédio), mas o fim é fantástico, ou eu estava sensível o que pode muito bem ser o caso nestes dias que correm. As minhas velhinhas não devem ter tido nada destas porcarias nas vidas delas. Eu acho que a Mila Kunis tem um piercing na língua. Qualquer dia não me aguento e ligo a uma das 43 meninas ou mesmo à Natalie, que é minha amiga, para discutirmos o assunto. Ahhhhh e três vivas aos malucos do egípcios.



por Mónica Marques às 11:18

Para Interromper o Amor
Transa Atlântica

Nas livrarias
O Inferno são os outros
Correio
folhassoltas@gmail.com
Chelsea Hotel
Freud explica
Technorati Profile
subscrever feeds