3.03.11

O que é que eu sinto quando estou contigo? Paz. Sinto-me em paz e gosto das tuas mãos e dos teus pulsos e de como contas histórias para me adormecer porque ando insone e eu finjo que adormeço só para te ouvir adormecer primeiro. E eu quero acreditar em todas as tuas histórias e ouvir os teus segredos - gosto das histórias do teu colégio e dos almoços no campo e de ti a falares francês. E de como tens um coração cool para que eu me possa apaixonar e me falas disso por alto e sem me apressar. Continuo sem acreditar em acasos, mas nas tuas músicas acredito. Obrigada.



por Mónica Marques às 19:23

Para Interromper o Amor
Transa Atlântica

Nas livrarias
O Inferno são os outros
Correio
folhassoltas@gmail.com
Chelsea Hotel
Freud explica
Technorati Profile
subscrever feeds