Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

um blog da diáspora blasée

...

Maio 05, 2010

"I believe that everything happens for a reason. People change so that you can learn to let go, things go wrong so that you appreciate them when theyre right, you believe lies so you eventually learn to trust no one but yourself, and sometimes good things fall apart so better things can fall together." Marilyn Monroe

Hoje furei as orelhas

Maio 04, 2010

A gente cresce e vai deixando de falar e de dizer coisas e espernear quando acontece algo errado. A gente cresce para ficar triste e melancólico e chorar cada vez mais às escondidas e nunca na frente de quem nos fez chorar, essas pessoas que tarde na noite ou muito cedo quando ainda amanhece ( e não compreendemos porque é que está a amanhecer) nos fazem pensar que nasceram para nos foder a vida porque não as conseguimos despachar num avião para a Estónia, Letónia ou Lituânia. Estudei Relações Internacionais e estes três países vinham sempre juntos.

A gente cresce e passa a resolver as nossas cenas a peso de ouro com alguém a quem não daríamos a mínima, estivéssemos alegretes a jantar no Bairro Alto - que é quando somos pessoas melhores. A gente cresce e faz cenas piores que aos quinze anos e continua sem pensar porque bebe mais e fuma mais. A gente cresce e manipula e deixa-se manipular e diz coisas, sem pensar, como aquele célebre e avisado irritante, Há males que vêm por bem. Quando não há mal nenhum que venha por bem. A gente esquece-se de perguntar,  Que merda é esta?! Porque não quer ouvir resposta e está muito triste para explicar e não quer fazer mais pinos. A gente cresce e é quando a gente cresce que entende porque é que o livro do Miguel Esteves Cardoso, O Amor é Fodido é uma coisa tão ininteligível. E é  só porque é uma merda quando nos partem o coração. Mas como dizia o meu Tio Leopoldo...Infelizmente esqueci-me do  que dizia o meu Tio Leopoldo.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Para Interromper o Amor

Correio

folhassoltas@gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D