Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

um blog da diáspora blasée

intimidade

Junho 12, 2010

É como a poesia. Voltar a ouvir Keith Jarrett é como voltar a conseguir ler poesia sem medo. É como tudo o que não te digo. É por tudo o que não queres ouvir. É por fugir e estar sempre aí ou tu estares sempre aqui e ter uma paz que é não precisar falar-te. Não precisar das palavras porque tenho as entrelinhas e tu me lês nas entrelinhas. É desprezar os que falam e sentir-me superior quando estou contigo e não tenho medo do silêncio. É ao mesmo tempo um jogo e uma coisa muito séria. É odiar-te por algumas coisas e adorar-te por outras. É uma fé em qualquer coisa que não tem a ver com religião. Querer que tudo fique assim e que tudo mude. Voltar a enquadrar-te e a desconhecer-te por completo. Ter uma imagem tua à minha espera, algures num lugar sem calor. Ou uma mensagem no celular, de madrugada, a dizer que acabaste de chegar a Lisboa e vais para tua casa.

Teresa e Helena

Junho 08, 2010

Teresa e Helena casaram e eu fiquei feliz, tivessem ido ao cabeleireiro no dia e eu teria gostado imenso de ver no i o vídeo da cerimónia. Assim, fiquei sem vontade. Ou nunca me casaria com uma mulher que me deixasse ir de t-shirt ao nosso casamento. Sou uma fútil.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Para Interromper o Amor

Correio

folhassoltas@gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D